Vai começar na escalada? Descubra as 4 dicas essenciais para todo iniciante no esporte

Vai começar na escalada? Descubra as 4 dicas essenciais para todo iniciante no esporte

Vai começar na escalada? Descubra as 4 dicas essenciais para todo iniciante no esporte

Por Thaís Makino

Apareci por aqui da última vez dando dicas para escaladores intermediários. Espero que tenham gostado!

E desrespeitando a lógica, gostaria de dessa vez passar algumas dicas para quem está iniciando no esporte bem agora.

1- Tenha uma boa sapatilha:

Se você está começando a escalar provavelmente precisa de uma boa sapatilha e não sabe como escolher.

Bom, por experiência própria sei que apesar de não ser recomendável escalar com uma sapatilha que mais pareça um chinelão, também não é interessante começar com um modelo super apertado, afinal você está começando e terá bastante tempo para evoluir na escalada a ponto de precisar de uma sapatilha dois números menores que os seus tênis!

O meu primeiro par de sapatilhas bom de verdade foi o modelo clássico e eterno Anasazi VCS, que até hoje recomendo por ser versátil, confortável (e lindo), servindo para diversas possibilidades, desde escaladas tradicionais, passando por vias esportivas e até boulder.

Outros modelos bastante interessantes para quem está iniciando, mas quer usar um bom produto são as sapatilhas Rogue, Spire, Coyote e Siren. (Hoje em dia eu faço muito Boulder e tenho usado quase sempre os modelos Quantum e HiAngle).

Com o tempo e sua evolução natural você descobrirá que outras sapatilhas mais específicas poderão te servir melhor, ou não! Muitas vezes nossa primeira sapatilha vai continuar sendo nosso xodó.

 

2 – Atenção ao posicionamento:

Além de escolher a sapatilha certa, você deve começar a praticar desde o início o posicionamento que melhor aproveita o potencial das suas sapatilhas: Pise sempre com a ponta dos pés! Mirando o dedão na agarra, você canaliza a força a ser utilizada na parte mais forte do pé e garante a mobilidade necessária para se movimentar de um lado ao outro, pois com o dedão você consegue girar sobre a agarra em que está apoiado sem tirar o peso da parte inferior do corpo.

 

3 – Escalada é jeito, não é força:

Outro ponto importante é que se você está fazendo força demais em um movimento, ele provavelmente está sendo feito de forma errada. Tente perceber o que está acontecendo, peça os “betas” aos escaladores mais experientes, e tente corrigir o movimento com paciência e atenção, é normal exagerarmos na força que colocamos nos braços e ignorarmos que as pernas e os pés são tão importantes quanto as mãos.

 

4 – Divirta-se!

Não se preocupe tanto com a ideia de escalar melhor, sua segurança e a sua diversão são mais importantes e a evolução técnica vem de forma natural, com a prática!

Escalada é o esporte mais perfeito do mundo para trabalhar habilidades como concentração, equilíbrio, resistência, coordenação motora, além de ajudar em aspectos como autoconfiança e controle emocional.

 

Continuem firmes nas pontas dos pés!

Boas escaladas!

Thais Makino

Felipe Fontes

Ciclista apaixonado, escalador iniciante e jornalista nas horas vagas. Largou tudo e viveu em sua bike por três anos, desbravando 18 estados brasileiros e 13 países em dois continentes. Hoje vive de tomar banho de cachoeira em Carrancas, sul de Minas Gerais.